Me Likeia!

28/08/2009

Very Important People!



Existem algumas pessoas que estão presentes em nossas vidas, não de uma maneira muito intensa, mas nem por isso deixam de ser importantes. Algumas fazem uma rápida passagem, como o Filipe, outras nos acompanham por anos.

Vamos a elas:

O Zé da Farmácia:

Há 17 anos que eu compro com ele. Ele sabe de cor os remédios que tomamos, o shampoo, desodorante, sabonete que usamos. É só ligar e pedir, ele manda entregar. O Zé é testemunha vida de tudo que acontece em minha vida e da minha família, pelo menos a vida médica. E eu acompanhei a vida do Zé, de dono de farmácia a funcionário. Nós já reconhecemos juntos que somos sobreviventes, mas os papos são rápidos porque tem sempre alguém esperando um remédio.

O rapaz que faz a entrega da Farmácia:

A conversa é rápida, oi tudo bem, você também, remédio para cá, nota assinada e devolvida, Tchau, obrigada. Mas outro dia resolvi perguntar o nome dele. Marciano. Sim, ele chama Marciano e não entendeu porque eu fiquei perguntando: É mesmo? Seu nome é Marciano mesmo?

O atendente da Magalu Lanches:

Ele já atende ao telefone dizendo: Olá Gabi! Eu não ligo pra lá, posso estar morrendo de fome, desesperada, mas não ligo, filhos tem que ter alguma serventia.

Apesar de os sustentarmos com os pedidos de sanduíche, os motoqueiros que fazem a entrega algumas vezes parecem tentar nos irritar. Pedimos para bater a campainha, eles batem o interfone, pedimos para bater o interfone, eles batem a campainha, isso quando não param a moto e buzinam apenas. Talvez seja porque às vezes a casa de cima faz o pedido, o motoqueiro sai para a entrega e logo depois a casa debaixo liga fazendo outro pedido, e eles ficam vindo e indo.

O motorista do ônibus:

Poucas palavras: Bom dia, Boa Tarde, Boa Noite.

Quem anda de busú tem chances de conhecer a maioria dos motoristas, mas se você pega sempre no mesmo horário acaba conhecendo “aquele” motorista que você tem certeza de que apesar de ser homem, vive de TPM. Ele sabe que você pega o ônibus “dele” naquele ponto e naquele horário, mas não espera, não tem um pingo de consideração, se você não está no ponto ele vai embora.

E tem também o trocador, alguns são gentis e o papo acontece enquanto passamos à roleta. O Trocador do 9805 é sempre gentil, pergunta se estamos bem, deseja bom fim de semana, estas coisas.

O entregador do Submarino:

Da primeira vez que ele me viu eu estava pulando de alegria, contei que era porque o computador novo estava chegando e ele só faltou comemorar comigo. Às vezes chegava ao local e pedia para chamar a moça que fica feliz com as entregas. Das outras vezes que nos encontramos ele sempre dizia que adorava fazer minhas entregas porque eu vinha correndo e festejando a chegada do produto, seja lá o que fosse, livros, mp4, mais livros, caixinhas de som, web can. Me despedi dele na entrega dos últimos livros, expliquei que estava de mudança, ele lamentou não me ver mais pular!

As moças da Faleiro:

- Tem pavê, né?

Era quase uma obrigação ter Pavê, para comer! Quando não tinha eu dizia que elas não gostavam mais de mim, ameaça chorar, mas elas sempre faziam o pedido e no outro dia chegava e eu estava lá. Enquanto elas pegavam meu lanche sempre rolava uma conversa. Me despedi delas também, vou sentir saudades do Pavê.

O moço que entrega o lanche da noite no meu serviço:

Ele sempre reclama que o CPD é longe, eu lembro a ele que logo eles também vão mudar para mais perto, ele diz que vai ser bom, eu sorrio, entrego o papel assinado, ele diz tchau e vai embora, todo dia é assim. Ele faz as sobrancelhas, tenho certeza. Vou olhar direito hoje, de novo, só tenho medo de que ele perceba que não o olho diretamente nos olhos.

A cabeleireira:

A Ismênia é cigana, cada dia está em um lugar. Já mudou o número do telefone milhares de vezes e eu já mudei de cabeleireira, mas acabo voltando a ela. Sei que foi com ela que, depois de usar 10 anos de cabelo estilo Joãozinho, consegui deixar crescer, ou ela conseguiu fazer com que eu deixasse, a verdade é que ela foi ajeitando meu cabelo até ele tomar forma. O papo só dura enquanto estou sentada na cadeira ou quando nos encontramos no ônibus.

Estas são só algumas VIPs da minha vida, com certeza todos nós temos estas pessoas que transitam por nosso dia a dia e nem sempre temos “tempo” para deixar nascer uma boa amizade, mas de certo modo as pessoas são os melhores amigos que temos.

 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA