Me Likeia!

26/12/2010

Não dê uma Amarula de Presente!



O pior é que eu não sabia o que é Amarula! Eu só descobri bem depois quando o personagem principal da noite de Natal já tinha ido embora!

Para contar esta história darei aos personagens nomes fictícios preservando assim suas identidades.

Sabe como é? Um grita e vão todos se unindo ao coro?

Noite de véspera de Natal e ninguém consegue segurar a ansiedade de distribuir os presentes e cear. Logo no início da noite o marido da minha cunhada que vamos chamar aqui de Pedro, ganhou uma garrafa de Amarula e colocou-a no móvel ao lado dele. A garrafa insistia em ir e vir, aparecer e sumir! Ele olhava e ela não estava mais lá, olhava novamente e ela tinha voltado. Teve até uma hora que ele acreditou realmente que ela tinha sido roubada.

Posso dizer que Pedro já havia tomado algumas cervejas, mas o sumiço da Amarula não era nenhum efeito especial do álcool, ela realmente estava andando a casa inteira, eu me encontrei com ela até no quarto do meu sogro.

Reunidos em volta da mesa para cear, alguém começa a pedir a Amarula e se formou o coro, Amarula, Amarula, Amarula! Todo mundo pedia a Amarula. Eu entrei na brincadeira, afinal se todos queriam tanto esta Amarula eu também podia querer.

O coro pedindo a Amarula continuou pela noite afora enquanto Pedro degustava várias cervejas.

De repente, não mais que de repente, lá pelas tantas, quando todos já estavam satisfeitos, mas ainda insistiam em pedir a Amarula, o Pedro levanta, e muito bravo diz:

- Márcia (nome fictício da esposa dele), estão todos me gozando, todos!

- oЯЯɄ pra vocês!

- O João (nome fictício do filho dele), levou a Amarula pra casa quando foi embora!

E saiu!

Pegou o carro e foi embora muito bravo!

Porém, quando Pedro chegou em casa os efeitos especiais do álcool já não eram tão fortes e ele talvez tenha percebido que estávamos brincando, por isso começou a telefonar. Ligava para o celular da esposa, ligava para o telefone fixo, conversava com um e com outro. E a cada intervalo entre as ligações o coro voltava:

Amarula! Amarula! Amarula! Seguido de várias gargalhadas!

Eu sinceramente espero que quando Pedro for enfim beber a Amarula ele se lembre de nós com carinho porque não se brinca com quem não se gosta!

Amarula é um licor preparado do creme ou da fruta da marula, da árvore africana maruleira (Sclerocarya birrea), particularmente a árvore também é chamada de elephant tree (árvore do elefante) ou marriage tree (árvore do casamento). A árvore cresce na savana africana (região da África subequatorial) e não é cultivada pelo homem. A Amarula passou a ser comercializada em 1989. A bebida possui um sabor suave semelhante ao caramelo. Pela associação da árvore da marula com elefantes, o fabricante fez do elefante o símbolo da marca comercial e apóia um programa de conservação destes animais.

 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA