Me Likeia!

07/05/2009

Explicando o inexplicável



Eu vou tentar explicar, isso não quer dizer que eu vá conseguir. Eu faço mil coisas ao mesmo tempo e penso em mil coisas ao mesmo tempo também, então, é muito difícil separar o que penso do que faço e me fazer entender. Deu pra entender?

Dizem que gato escaldado tem medo de água fria, mas só de água fria? Gato escaldado tem medo até de cuspe e lágrimas. Foi assim que eu me senti ao término do BBB 9, com medo. Pesando todos os erros que cometi ao final do BBB 7, de todas as injustiças e julgamentos que fiz, eu recuei a tempo de não cometer os mesmos erros para que não me sentisse mal novamente. Eu entendi ou precisei entender que os brother´s são pessoas tão vivas que podem não corresponder às todas minhas expectativas. Eles são tão humanos, tão passíveis de erros e acertos que eu tive medo, não deles, de mim. Não que eu tenha o poder de construir ou destruir alguém, já tem gente que se acha o suficiente poderoso para fazê-lo, sem se preocupar com as consequências ou com a vida de quem deseja destruir apenas pelo prazer de sentir o poder, e o pior é saber que tem gente que acredita, que confia, mesmo sem provas, mesmo sem ter certeza. Os brother´s precisam de seus fãs pois são os fãs que erguem a carreira deles, que os sustentam na mídia, que os fazem aparecer, ser, acontecer. Então é preciso que uma galera esteja antenada e trabalhando para sustentar seus preferidos, desde que consciente de que eles não darão nada além do que podem dar. Eu ainda tenho minhas preferências e acompanho a carreira dos meus escolhidos, e ainda não consegui vencer a barreira do não suporto alguns deles. Parece que mesmo com o jogo terminado os defeitos que me incomodaram ainda se sustentam aqui fora. Por saber que não sou capaz de olhá-los sem expectativas, e reconhecendo neles toda a humanidade que lhes dá o direito de ter não só qualidades mas também muitos defeitos, eu me voltei para a fantasia e mergulhei de cabeça no mundo vampiresco. Eles são tão irreais! Mesmo em seus defeitos e erros tudo acaba de um jeito perfeito. O conto de fadas cheio de conflitos e com final feliz, tudo aquilo que a gente sonha em viver, o amor eterno e perfeito. Tudo é tão surreal, mas nada que eu fizer pode influenciar o final, eu não tenho como prejudicar uma fantasia. Eu não tenho como criar expectativas por palavras que já foram escritas.

Na verdade a minha covardia é que me impede de avançar e de me espelhar no que é tão humano, tão frágil, tão sensível, porque eu não posso sofrer mais do que sofro vivendo a minha própria vida, eu preciso me limitar, me vigiar, me policiar e me impedir de alucinar.

 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA