Me Likeia!

12/01/2009

Gata e Malhação



Nina e eu

Eu vim pra Araxá passar umas férias e trouxe meus gatos, milk e nina. Estávamos todos ansiosos pela estréia da minha prima Mariana Rios na malhação, a família inteira estava se preparando para a primeira aparição dela na telinha. Saí de casa as 10 horas da manhã e fui pra casa da minha irmã. Quando saí a Nina e o Milk estavam aqui na casa do meu pai. A faxineira chegou, meu pai entrou e saiu e qdo eu voltei depois do almoço não conseguia achar a Nina. Chamava por ela e nada. olhei nas gavetas do guarda roupa, em cima da estante dos livros, atrás dos livros, atrás da TV e nada. O milk estava numa preguiça típica das tardes (gatos costumam dormir a tarde toda) e só me olhava enquanto eu revirava a casa atrás da Nina. Perguntei pra faxineira, mas como ela não vê diferença entre um e outro ela não sabia me dizer se tinha visto a gata. Começei a ficar desesperada, saí pelas ruas com uma foto dela nas mãos perguntando se alguém tinha visto a Nina pel a rua. Chamava seu nome, olhava nos jardins das casas vizinhas e nada. Fiquei desesperada de vez..... chorei, fui nos pet shops perguntando se alguém tinha falado que achou uma gata e nada. Fiz um cartaz de procura-se e saí pregando pela cidade com os olhos inchados de tanto chorar, liguei para a rádio e anunciei o sumiço da gata. Começou a malhação e em vez de assistir eu estava pelas ruas chamando a Nina. Perdi a estréia da Mariana e estava inconsolável. Minha irmã e minha sobrinha chegaram e começaram a me ajudar na busca. Não sei quem chorava mais, se eu ou se minha sobrinha. Num último apelo, liguei pra um motoqueiro que passa nas ruas com um auto-falante para que anunciasse o ocorrido e pedisse para devolverem a gata. O tempo passou, passou e nada, até que as 21 horas minha irmã escutou um miado baixinho perto da cozinha. Procuramos o Milk e constatamos que não poderia ser ele o autor do miado. Abri o freezer, a minha sobrinha a geladeira e começamos a procura em todos os cantos da cozinha. De repente abro uma gaveta e lá está a Nina calma, como se nada estivesse acontecido. Ela me deu uma olhada e continuou lá. Eu a peguei no colo e antes de mais nada a enchi de beijos. Só aí pude rir de tudo o que aconteceu. Depois de tudo é que percebi o ridículo que passei chorando pelas ruas e perguntando por ela, isso só quem é apaixonado pelo seu animal é que consegue entender.


Obrigada Vanessa por nos contar sua história!


 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA