Me Likeia!

14/04/2010

BBB com Bota!



Me diz, como vai você? Já superou?

Eu não tive muito tempo para superar, os meus problemas é que se superaram e me levaram para a realidade à força. Não deu nem tempo de sentir falta, apesar de ainda achar as noites vazias, os dias sem graça, o silêncio da TV incômodo.

Acabou o BBB e eu não tive tempo de sentir falta. Não me foi permitido ter os sintomas naturais de abstinência. Por mais que eu tenha ficado muito feliz com a vitória do Dourado, pra mim ficou apenas o gosto da diversão. Eu ri, eu me diverti, eu pude brincar com todos os participantes, eu não procurei por um caminho que não me trouxesse de volta.

Eu voltei, e me envolvi com problemas de saúde, com obras e com uma bota.

Acabou o BBB e eu preciso me ocupar com outras coisas, e uma bota é a substituta perfeita. Eu calço a bota e não consigo mais esquecer que ela existe ou que eu tenho dedos nos pés.

Quem foi que inventou estas coisas que para colocar no pé é uma tortura e para tirar é uma luta pela liberdade?

Só porque esfriou um pouquinho o desfile de botas já está por toda a cidade, e eu quis aderir à moda, mulheres que sofrem juntas, andam juntas pela cidade.

Como se não bastasse a tortura da bota nova, eu fiz as minhas unhas, elas nunca foram desfeitas, mas eu tirei as cutículas. É o modo mais simples que tenho pra explicar que eu praticamente arranquei todos os dedos dos pés, porque eu não tiro as cutículas apenas, eu faço uma cirurgia plástica nos dedos e por dois dias o sabão me lembra que estou gravemente ferida. Mas mesmo assim eu quero usar a bota, mesmo tendo que ficar 10 minutos tentando ajeitar o meu dedo sem movimento que fica dobrado dentro da bota. Eu consigo fazer uma ginástica em um espaço mínimo e esticar o tal dedo. Não tentem isso em casa, além de precisar ter um dedo aleijado é preciso experiência e muito controle emocional para não arrancar o pé inteiro. Tente andar 10 minutos com um dos dedos do pé virado pra baixo. Como um dedo do pé consegue virar pra baixo? Pergunte para o meu dedinho morto, se ele responder eu nunca mais uso bota!

Eu consigo esquecer o BBB, mas não consigo lembrar que eu uso tênis exatamente para evitar os instrumentos de tortura especialmente fabricados para a alma feminina que acredita que apesar da dor insuportável, a elegância é uma visão agradável aos outros.

Eu só espero que o inverno não dure muito, eu não queria arrancar o meu dedinho.


 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA