Me Likeia!

08/07/2010

Ai Meus Nervos!




Quem poderia imaginar que um ser de tamanho insignificante e forma desprezível faria com que todas as minhas forças fossem direcionadas a ele?

Como se pode aceitar que um pedaço ridículo de sei lá o que, parecendo um alienígena em desenvolvimento, pode transtornar uma pessoa ao ponto dela querer dar um tiro no dente?

Como acreditar que este fio de linha foi capaz de me fazer ficar noites acordadas rolando de dor e pensando que era garganta, cabelo, unha encravada, espírito obsessor que fazia doer o meu corpo inteiro?

Que poder Deus deu a este pequeno ser! O poder de destruir a tranquilidade, equilíbrio e sanidade de uma pessoa, e quando este pequenino ameaça o local de diversão preferido é desesperador! Comer e sentir dor!

É por isso que não se deve mexer com quem tem problemas nos nervos!!!

Santa paciência teve a minha cunhada que precisou esperar uma hora até a anestesia pegar porque eu pulava da cadeira cada vez que ela ameaça chegar perto do nervo, mesmo estando super ansiosa para abrir o dente e muito satisfeita em estar ali. Três tubos de anestesia circulando e alguns segundos depois, eu estava livre do meu desespero. Obrigada Fátima, você salvou minha vida!

Pior não foi sentir a dor, foi não saber de onde ela vinha. Nem pra saber onde, ou o que está doendo eu sirvo, pode isso?

Mas seria trágico, se não tivesse sido um pouquinho engraçado quando Gabi acordou, me olhou bem e disse:

- Nossa Mãe! Você está tão inchada que está parecendo o Antônio Fagundes!

- Quando novo? Perguntei.

- Não, agora, igual na novela das sete!

Não bastava estar parecida com Antônio Fagundes, tinha que ser com ele velho?


 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA