Me Likeia!

15/07/2010

Violência Não!



As pessoas assistem aos jornais para se informarem, correto? Não pra mim, eu assisto para me irritar. E já entendi que não adianta nada falar com os apresentadores porque eles me ignoram. E depois de ouvir tantas informações eu fico pensando até me dar nó nos neurônios.

Cinco minutos de Jornal Nacional e meu nível de irritação vai ao limite:

Escola coloca câmeras nos banheiros!!! Uau! Todos preparados para o primeiro Big Bosta Brasil?

Depois daquele caso que não vou mais falar nele, mas para o qual o Miojinho já deu três versões e na próxima só falta dizer que a vítima se matou, informam que estão elaborando uma lei onde pais não podem dar palmadas nos filhos.

A violência doméstica é um absurdo! Eu não acho que bater resolva os problemas, não acho que é o caminho certo, e não acredito que a agressão seja produtiva. Eu sei que não é. Eu não acho, eu tenho certeza.

Sou absolutamente contra qualquer tipo de violência, inclusive a violência de se trabalhar muito e ganhar pouco ou a violenta jornada de trabalho da mulher que depois de um dia exaustivo e desumano, ainda tem que ser bonita. E a violência da depilação? Vocês não acham violento tirar cutícula e sobrancelha? E a agressão do esmalte descascado, ninguém se importa? Ninguém parou para elaborar uma lei proibindo os cabelos cacheados, ressacados?

Violência só gera mais violência, só não me diga isso quando eu estou possessa de raiva e querendo avançar pra cima de alguém! Não é como se eu fosse Dexter. Todo mundo é meio Dexter o que nos difere é exatamente o ato, ele mata, a gente não, mas existe um processo dentro de cada um de nós. E não me diga que não existe em você, só se você estiver na fila da canonização!

O que eu não entendo é que carregamos um filho por nove meses, passamos por um processo cirúrgico (eu passei), cuidamos, criamos, pagamos e pagamos caro e vem alguém que parece não ter filhos, dizer como devemos ou não educá-los, ditar regras e não entregar o manual completo. Tudo bem, eu não vou mais bater em ninguém, inclusive porque eu hoje sou a menor e tenho noção do perigo, mas eu posso continuar a gritar? Vão me prender pelos meus gritos? Ameaçar pode?

Se há um estatuto das crianças e dos idosos o maior problema é que estou bem no meio e não tenho estatuto algum para garantir os meus direitos, se é que eu tenho direitos, acho que não.

Eu fiz este post porque quero saber a o que vocês acham desta lei, por favor, deixe sua opinião no sistema de comentários.


 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA