Me Likeia!

08/08/2010

Em Obras Até...


Já temos pia, mas não temos cozinha!

Eu tinha uma casa linda e muito dinheiro disponível, resolvi modificar tudo por puro prazer, contratei um empreiteiro que fez a reforma sem sujar nada, me cobrando um preço razoável e terminou a obra antes do prazo determinado. Foi tudo lindo, tudo maravilhoso, a obra acabou e o dinheiro não.

É esta a história que eu queria contar, mas não foi bem assim, não foi bem, nada bem!

O Doutor da obra só vinha aqui para buscar dinheiro ou quando o serviço necessitava realmente da sua supervisão e trabalho, o que aconteceu apenas duas vezes. Neste tempo todo de obra, algo em torno de quatro meses, todas as sextas-feiras eu tinha que pagar alguma coisa pra ele, e pagava, em dinheiro. Eu paguei por muitos serviços que não foram concluídos. A obra foi andando e os acabamentos sendo ignorados.

A cozinha na metade, ainda sem pia e o Chefe me pede dinheiro!

Eu já tinha ensaiado a resposta antes que ele fizesse a pergunta:

- Conforme o combinado, registrado no recibo, o restante eu só pago quando a obra acabar.

Ele não gostou! Foi embora! Mandou os funcionários pra casa e foi-se! Simples assim!

Acho que ele não sabe o que significa acabar a obra, mas sabe o que é dinheiro, eu também sabia o que era, até que entreguei pra ele e deixei de saber.

Você sabe o que quer dizer andando feito barata tonta?

Eu sou a barata!

Se bem que ele, este o tempo todo estava indo embora, vinha pegava uma das máquinas e ia embora, mal olhava a nossa obra e deixava os funcionários sem ter como trabalhar. Muitas vezes meu marido teve que pegar o carro e ir buscar alguma ferramenta para continuarem o serviço, até na casa do Doutor ele foi.

Acho que ficamos umas duas horas em pé, olhando um pra cara do outro, sem saber o que aconteceu e o que fazer! Nem os funcionários dele conseguiram se mover, ficaram tão chocados como nós.

Nós sem pia, morando na sala junto com a dispensa, lavando a louca no tanque e o Doutor foi embora, levando inclusive alguns itens que tínhamos negociado por serviços, como colocar os vidros na janela e porta, por um sofá, porém tivemos que contratar o serviço de terceiros.

Depois de passado o choque inicial, porque meus cabelos continuam arrepiados e minha boca aberta, eu entendi que o que aconteceu foi normal. Normal para a minha vida, para o que acontece comigo. E como em outras ocasiões em que eu não sabia o que fazer, nesta não foi diferente, eu também não sabia e vou ficar sem saber.

Ele foi embora, simples assim. E nós?

A sensação de abandono foi como se não tivesse internet, ou o computador estivesse estragado ou o echo estivesse pirado novamente, entende?

Depois de algumas horas quando nosso cérebro voltou a funcionar mesmo que em slow motion, conseguimos entrar em acordo com os funcionários dele e vamos continuar a obra, que realmente deve ficar pronta para a copa de 2014! Seria bom se conseguíssemos ajuda do Governo de Minas, justificando a melhoria da residência para não fazermos feio em 2014, será que cola?

Já pensou se a obra funcionasse como descrevi no primeiro parágrafo?

Boring!

Já que estamos em obras, vamos pelo menos nos divertir com ela!


 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA