Me Likeia!

17/10/2010

Vivendo e Aprendendo!


Não é porque tenho quase cinquenta anos que não vou aprender ou descobrir coisas novas. A vida é feita de aprendizado e descobertas, independente da idade. É o evoluir de cada um, e hoje eu descobri que ainda estou em fase de crescimento apesar da idade. Eu não estou crescendo inteira, só algumas partes do meu corpo. O meu estômago, por exemplo, não para de crescer e eu não imaginei que fosse possível eu comer tanto como comi na festa infantil que fomos que começou ao meio-dia e terminou 4 horas depois.

Quem quiser dar uma festa e me convidar não pode fazer aquela conta ridícula de 10 salgadinhos por pessoa não, porque eu sou capaz de comer 20, talvez 30, depois eu ainda almoço, como bolo e docinhos, e é melhor separar a coca-cola porque eu tomo uns 4 litros, sozinha! E apesar de comer em 3 horas o que deveria comer em uma semana eu não tenho nenhum efeito colateral, fico ótima!

Estômago em fase de crescimento é realmente uma grande vantagem apesar de que como consequência eu vou aumentar a minha borda de pizza, talvez ela vire borda de pizza com recheio de catupiry.

(Borda de pizza é aquela parte do corpo que fica entre os peitos e a cintura e muitas vezes não se sabe quem é quem).

Outra coisa que aprendi esta semana é que não é difícil comprar presentes para determinadas pessoas. Claro que a gente compra o presente pensando se quem vai ganha-lo vai gostar, mas é preciso que ele nos agrade também, não faz sentido presentear alguém com algo que de jeito algum você gostaria de ganhar, por isso eu comprei pra Cinthia um livro, porque eu sei que ela gosta de ler, e sei também que ela gosta de livros leves, de mulherzinha, e de vampiros e anjos e todas estas coisas esquisitas que existem por ai e que se pode ler e que eu também leio achando tudo lindo mesmo que seja feio! Considerei também que o título do livro combina bem conosco: “Tamanho 42 não é gorda”, da Meg Cabot. É o que a personagem do livro diz o tempo todo e eu acredito nela.

Quando eu comprei o presente a Ogra estava na roça dando uma festa enorme regada a cajuzinhos e o livro estava ali, parado, sozinho, cheio de letras, pedindo, implorando para que alguém o lesse. Eu não tive opção, abri o presente e comecei a ler. Quando ela chegou, eu embrulhei o livro, entreguei pra ela, deixei-a segurá-lo por uns 2 segundos e pedi emprestado pra acabar de ler, pelo menos assim eu posso dizer pra ela se o presente é bom ou não.

Fica ai o aprendizado e a dica, mas caso você venha a usar a idéia, não compre de presente chocolates, porque não há como devolver chocolates com um estômago em crescimento ou o seu parou de crescer?

 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA