Me Likeia!

09/10/2011

O Trânsito e Eu!




Quantos Red Bull eu preciso tomar para criar asas?

Eu só quero voar! Voar daqui pra lá e de lá pra cá porque dirigir não dá!

Dois quilômetros e meio para ir, mais dois e meio para voltar e eu sempre tenho a impressão de que estou no meio de um tiroteio.

Motoristas acham que são poderosos, os mafiosos das ruas só porque tem nas mãos um volante e usam carros como armas e escudos.

Dá um medo!

Os carros rosnam, avançam, dão coices, seus condutores são animais selvagens!

Eu não sei de onde tiraram que a placa PARE quer dizer acelere e passe sem olhar!

Por duas vezes eu parei na esquina e o mesmo carro que vinha atrás teve uma crise de fúria que foi toda despejada na buzina. Como eu já estava arrancando segui até onde pude encostar para que ele me ultrapassasse. Quando eu estava entrando na garagem ele estava estacionando o carro na rua logo em frente ao prédio! Corremos tanto que chegamos juntos!

A minha maior dificuldade em dirigir é existirem pessoas e carros transitando por onde eu passo. Eu querendo ser invisível, o que tornaria tudo mais perigoso ainda. Não dá mesmo para eles estacionarem enquanto eu passo?

Em um trajeto tão curto eu levo susto quase em todas as esquinas. Se fecham uma porta, se fecham um portão, se cai uma geladeira no chão eu já acho que bateram no meu carro ou eu bati em alguma coisa. Se um carro não para na esquina, se o motoqueiro ultrapassa pela esquerda, se os carros descem correndo tanto na avenida que não me dão chances de entrar no meio, tudo me assusta.

Eu olho e não vem ninguém, eu viro e aparece um carro como se tivesse sido colocado ali só pra me apavorar. Na mesma hora meu coração sente o impacto e dispara.

Agora eu dirijo como se fosse pedestre!

Desde que o monstro Captiva bateu na traseira do nosso carro que eu fiquei assustada com as ruas, com as atitudes agressivas dos motoristas e me conscientizei que preciso de uma direção mais defensiva. Porém não posso negar que de vez em quando o poder do volante me sobe à cabeça e eu cometo deslizes que me tiram a segurança, momentos de insanidade no trânsito, completamente desnecessários.

Por isso toda vez que eu ligo o carro um policial imaginário senta ao lado e fica me vigiando, me mostrando o caminho e me lembrando que é como na propaganda: No trânsito somos todos pedestres!

Agora me digam, por que as paredes, pilastras, postes e carros não se movem quando eu quero passar? Será que não têm medo de mim? Deviam ter!

 

Fofocas de Marte! Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino

Layout by NEIVA